sábado, 14 de janeiro de 2017

Conceito de Domínio e onde comprar

 Domínios são uma componente fundamental na WorldWideWeb que têm como função identificar e localizar o IP no qual estão inseridas as componentes (imagens, vídeos, texto, código...) da página web a que estamos a tentar aceder. Desta forma, se não existissem domínios na Internet, a procura de websites como o Youtube ou Facebook seria apenas feita por uma combinação, bastante extensa, de números que teríamos de decorar.

 Para além do texto principal que compõe cada domínio, este é acompanhado por um sufixo (Top-Level Domain) que indica a natureza do site a que estamos a aceder. Alguns exemplos de TLD's são: .com, que se refere a propósitos comerciais; .gov, que se refere a instituições governamentais e .org, que se refere maioritariamente a organizações sem fins lucrativos.



 Como tal, se pretendermos criar o nosso próprio WebSite, seremos obrigados a comprar um domínio que permita aos internautas aceder ao nosso servidor.

 Existem inúmeros WebSites que se baseiam somente na compra e venda de domínios, um bom exemplo é a GoDaddy que, à distância de um clique, nos permite aceder à lista de domínios com diversos TLD's disponíveis para compra.


 No entanto, se o dinheiro for um problema há sempre opções gratuitas que, apesar de não oferecerem tanta customização, cumprem a sua função e possibilitam a publicação do nosso site na Internet. 

 Um bom exemplo de uma empresa que nos fornece um domínio gratuito é a 000webhost, que ao contrário da maioria das organizações deste carácter comercial, não pressiona o consumidor com anúncios ou mensalidades, oferecendo no entanto para os mais interessados outros planos pagos com maior flexibilidade, sendo portanto uma boa opção para designers ou empresários que gostariam de lançar ao público o seu trabalho.

Web Sites referidoshttps://www.000webhost.com/                           https://pt.godaddy.com/

Hosting em Websites


 Para publicar uma página web é necessário armazenar em rede todos os ficheiros que a compõem, isto é: todas as imagens, código em CSS, Javascript e HTML, etc.

 Para tal é necessário utilizar um serviço, de forma a colocar esses recursos online, para que qualquer pessoa na World Wide Web consiga aceder ao nosso Website. Um serviço Hosting não costuma ser muito caro, rondando os 5$ americanos ao mês, destacando-se os serviços HostGator Web Hosting e 1&1 Web Hosting entre as melhores opções pagas. 

 No entanto, para aqueles com um plafond mais reduzido há sempre opções gratuitas como o serviço 000webhost ou a Weebly, que têm como contradições por exemplo o espaço para o armazenamento de data, rondando em média apenas 1GB.

Uma maneira simples e gratuita de "hospedar" um domínio é recorrendo a um cliente de FTP (File Transfer Protocol) como meio de transferir todos os componentes do nosso site para a Internet. 

 Deste modo, o utilizador do fórum da 000webhost, Snuupy partilhou com a comunidade um tutorial que explica como publicar um Website recorrendo-se ao software FireZilla, como meio de transferir os ficheiros que compõem a nossa página web, para a nossa cloud na 000webhost e para a pasta public_html. Para os mais interessados segue aqui um link com uma descrição detalhada de todos os passos que devemos tomar para publicar o site na World Wide Webhttps://www.000webhost.com/forum/t/tutorial-how-to-ftp-to-the-000webhost-servers/15933 

Maneira rápida de organizar esteticamente uma WebPage

 Numa WebPage, o código em HTML é o responsável pelo "esqueleto" da página, o código CSS é responsável pela estética e o código em Javascript dá-lhe inteligência e comportamento.

 Para um iniciante na programação, que necessite de um WebSite próprio personalizado em poucos dias, uma alternativa à aprendizagem dos códigos CSS e Javascript é a utilização de templates pré-feitos e desenhados por WebDesigners profissionais.

Apesar de apresentarem menor flexibilidade no que toca à adição de texto em HTML (pois é aplicada a estética ao site antes do "esqueleto"), o facto de se tratar de um método que para além de rápido também é bastante educativo, na medida em que explora as diversas tags de CSS e os usos de cada uma.

 Alguns exemplos de WebDesigners que disponibilizaram de forma gratuita alguns dos seus trabalhos para os internautas são: o designer AJ (com o WebSite: https://html5up.net/ , no qual estão disponíveis para download gratuito mais de 30 templates ) assim como uma comunidade de designers de todo o globo que disponibiliza semanalmente templates (no WebSite: http://www.justfreetemplates.com/web-templates ).


 É também de notar que, apesar de rápido e eficaz, a existência deste método não deverá excluir a aprendizagem de CSS, pois apenas melhora o nosso entendimento sobre a linguagem responsável pelo visual que gostaríamos de dar aos nossos WebSites.

http://www.justfreetemplates.com/web-templates 

Animação em Stop Motion feita com Cubos de Rubik

     Um utilizador do site Youtube chamado jugglersynchro realizou um pequeno filme de animação em Stop Motion utilizando apenas Cubos de Rubik.

     Esta animação apresenta Mario, o protagonista do franchise de videojogos "Super Mario" em várias das suas encarnações dos vários jogos existentes desta série , fazendo uso das combinações e da paleta de cores limitada que os Cubos de Rubik oferecem, de modo a criar animações que simulam movimento.

    Jugglersynchro realizou esta animação em 2015 no âmbito do 30º aniversário de Super Mario Bros., lançado em 1985.






Texto escrito por mim.

     

As primeiras animações em stop motion

     A técnica de animação Stop Motion já estava presente pouco depois do nascimento do cinema, há quem acredite que o nascimento desta técnica de animação esteja ligada a um erro cometido por uma câmara de Georges Méliès a 1896, que fazia objectos aparecer e desaparecer nas filmagens.
   
     Rapidamente Méliès e muitos outros aproveitaram-se deste efeito e criaram as suas próprias ilusões e animações com esta nova técnica. Com o passar dos anos, a animação Stop Motion evoluiu e tornou-se um género próprio, passaram também a existir inúmeras técnicas para este tipo de animação, tais como a pixilação que utiliza seres humanos como o objecto principal da animação, a animação utilizando figuras de barro (clay animation ou claymation em inglês), a animação em time lapse e a animação utilizando recortes de papel (Cut-outs, em inglês).

     A primeira vez em que foi utilizada animação em stop motion foi em 1898, em The Humpty Dumpty Circus realizado por Albert E. Smith e J. Stuart Blackton, mas a técnica começou a ser utilizada mais frequentemente a partir de 1925, quando Willis O'Brien realizou o filme Lost World, onde utilizou animação Stop Motion em certas partes do filme.




The Lost World, 1925








Texto escrito por mim.


ROM ( Read-Only Memory)

  ROM significa "memória somente de leitura" que vem do inglês "Read-Only memory" Este é um tipo de memória que permite apenas a leitura de ficheiros ou seja a gravação da informação dos ficheiros pelo produtor e que não podem vir a ser alteradas.
  Uns exemplos onde se aplicam os ficheiros ROM é em discos como "CD-ROMs", "DVD-ROMs" que sejam vendidos industrialmente, como jogos, CD's e DVD's de música e filmes industriais.
  Há vários tipos de ROM em que alteram certas propriedades como por exemplo de tipo PROMs (progammable Read- Only Memory) que neste caso deixa-nos escrever mais com dispositivos especiais mas nada pode ser apagado ou modificado.
  A memória ROM está presente em qualquer dispositivo digital, como por exemplo um relógio. Sempre que um computador é iniciado, ele necessita de informações existentes em algum lugar para carregar as suas funções básicas e ou principais de forma a que elas sejam sempre acessiveis e não se apaguem com a interrupção de energia.

mais detalhado e os outros tipos de ROM
https://pt.wikipedia.org/wiki/Mem%C3%B3ria_somente_de_leitura


Dolphin emulator

  Dolphin é um emulador de jogos da Nintendo Gamecube, Wii e Triforce (consolas mais antigas/arcada), consegues se instalar o dolphin em aparelhos com o sistema de Windows, OS, Linux ou android. Este foi o primeiro emulador a meter funcionar jogos da Nintendo no computador sem levar processos de copy-right da Nintendo. Os jogos neste emulador conseguem correr até 1080p, ou seja, numa resolução de Alta Definição (HD) o que é um extra para o emulador porque estas consolas não conseguem alcançar estas resoluções.
  A versão original foi lançada em 2003 mas era dedicado apenas a Gaemcube especificamente, tinha vários problemas como o exemplo do áudio, o Dolphin não conseguia processar o áudio e também não alcançava os 60 FPS logo não era tão fluído como na consola. O dolphin já é um processo bastante antigo logo já tem bastantes versões diferentes em que cada uma tenta optimizar certas funções, as versões que hoje se destacam são as versões 4.0 7840 e 5.0 porque estas são as versões que têm a opção de "netplay" mais optimizadas, esta opção permite 2 pessoas ou mais de computadores diferentes jogarem juntos o mesmo jogo, o emulador simula que cada computador tem o comando num "port" diferente.
  Para correr um jogo, basta é preciso de dar burn ao disco com aplicações, ou se for de maneira ilegal, é só fazer download do ISO e dentro do Dolphin basta abrir o ISO e o jogo corre sem problemas se o nosso processador tiver os requesitos minimos da aplicalão, senão tem problemas de FPS's e não fica tão fluído

onde arranjar o Dolphin?
https://pt.dolphin-emu.org/


Ficheiros ISO

  Nós nas aulas aprendemos que o ISO é a sensibilidade que a camara tem á luz, mas aqui vou escrever sobre os ficheiros ISO, este ficheiro é uma representação exata de CD's, DVD's etc...
Os ficheiros ISO é como se fosse uma caixa que segura todas as partes de um ficheiro que precisa de ser construído, cada peça por si só é inútil, mas o conteudo que está lá dentro é essencial e tudo junto forma o que nós queremos, o ficheiro em sí é inútil se não tivermos maneira de o abrir ou usar.
  O método mais comum de dar uso a um ISO é fazendo "burn" para um DC ou DVD. Isto é diferente de dar burn de CD's de música ou documentos porque software para fazer burn reúne os conteudos de um ficheiro ISO para um disco.
  Normalmente usam se os ficheiros ISO em ferramentas de recuperação de password porque contém o uso do sistema operativo inteiro ( Ophrack password recovery tool), os ficheiros de antivirus também usam para fazer um "back-up" do disco rígido.



O maior set de stop motion alguma vez construído

     Após ter realizado o filme de animação stop motion com o set mais pequeno de sempre, a Nokia criou o filme de stop motion com o maior set de sempre. As frames deste filme foram capturadas com apenas três telemóveis Nokia N8. Para apanhar toda a cena do filme, os dispositivos estiveram a quarenta metros do chão durante a produção.

     O filme, "Gulp", é sobre um pescador que foi engolido por um predador de grandes dimensões. Toda a acção do filme desenrola-se com de desenhos, esculturas e objectos num areal de uma praia, o que foi um grande desafio para todos os membros da equipa envolvidos com este projecto e para o próprio N8, devido ao curto espaço de tempo em que este projecto teve de ser realizado pois era só uma questão de tempo até que a maré mudasse e engolisse todo o cenário.


Assista ao Making of  do filme "Gulp" aqui.

Assista ao filme completo aqui.


Texto escrito por mim.


Artista cria vídeo de stop motion com tatuagem


Phil Berge, um artista do Quebec, Canadá, uniu dois tipos de arte diferentes num vídeo só: tatuagem e animação.

Ele criou desenhos que se mexem sobre a pele usando a técnica de stop motion. Para isso, reuniu alguns clientes, fez 73 tatuagens neles, tirou fotos de cada um dos desenhos e organizou os mesmos numa sequência  num editor de vídeo. "A única modificação que foi feita à foto original foi o ângulo da câmera, e eu ajustei a iluminação também",explicou.



sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Google Sites - Clássico vs Novo




Ambos os tipos de sites da google, o clássico e o novo, permitem uma rápida concepção e partilha de websites.

Relativamente ao sites clássico, é possível ver e editar através de qualquer tipo de navegador compatível com o Google Sites. Com o novo sites é possível ver a aceder ao site a partir de qualquer navegador compatível com Google Sites. No entanto, para editar só é possível fazê-lo utilizando uma versão recente do navegador Chrome ou a versão mais recente do Firefox.

Existem também algumas diferenças no que respeita o armazenamento de ficheiros, pois enquanto que o sites clássico tem limites específicos, no novo sites, incluído no Drive, o conteúdo e os ficheiros nele incorporados não são contabilizados na percentagem de armazenamento. As fotos e o conteúdo adicionados a um novo site são armazenados no próprio site, não sendo adicionados ao Drive ou a qualquer outro produto Google. A exclusão de um arquivo do site também exclui o conteúdo no site. As cópias separadas armazenadas no Drive não são afetadas.

As diferentes técnicas de stop motion

As diferentes técnicas para criar vídeos em stop motion.

Podemos criar vídeos em stop motion com diferentes técnicas, para criar estes vídeos apenas precisamos de uma máquina ou webcam para tirar as fotografias e depois de alguns materias que ajudam na história e desenvolvimento do nosso vídeo, podendo até mesmo utilizar apenas as nossas mãos ou simplesmente material de escritório como clips e canetas.


Estes vídeos podem ser criados com diferentes técnicas como :

Pixiliação(pessoas)
Exemplo da utilização desta técnica de stop motion.



- Animação de objetos 
Exemplo da utilização desta técnica de stop motion.



- Cut-outs (recortes e papel)
Exemplo da utilização desta técnica de stop motion.



- Plasticina
Exemplo da utilização desta técnica de stop motion.




Texto da minha autoria com apoio de apontamentos retirados durante as aulas de Oficina de Multimédia B




Artista cria vídeo de stop motion com tatuagem

Phil Berge, um artista de Quebec, Canadá, uniu dois tipos de arte diferentes em um vídeo só: tatuagem e animação.

Ele criou desenhos que se mexem sobre a pele usando a técnica de stop motion. Para isso, reuniu alguns clientes, fez 73 tatuagens neles, tirou fotos de cada um dos desenhos e os organizou em sequência em um editor de vídeo. "A única modificação que foi feita à foto original é o ângulo da câmera, e eu ajustei a iluminação também", ele explicou no site Bored Panda.

Phil levou 5 meses para fazer tudo. O resultado é este:


Consultado a 13-1-2017

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

O fabricante de automóveis Ford recorreu ao uso de Stop Motion para o seu vídeo promocional de Natal “Snowkhana 5”. Este novo filme da Ford é um verdadeiro festival de animação que apresenta blockbusters e que põe à prova os verdadeiros fãs de cinema. Com a minúscula superestrela Mental Block a percorrer um circuito sinuoso ao sabor do vento num Ford Fiesta. Quantos blockbusters é que será possível identificar?

Criado como um tributo aos vídeos Gymkhana protagonizados pelo piloto sensação do You Tube Ken Block, a série Snowkhana conta com brinquedos minúsculos, imensas peças de Lego e, como é óbvio, uma paciência meticulosa para fotografar cada quadro ligeiramente diferente, incluindo uma alusão ao famoso anúncio de Natal da John Lewis.

Neste último episódio Snowkhana 5: Ultimate Festive Blockbuster o desafio é tentar identificar todas as referências aos filmes, não descurando a parte dos bloopers. 




Se necessitar de ajuda, confira seguidamente através da lista completa:


- Anchorman;

- Bullitt (Mustang);

- Os Diamantes são Eternos (Mustang);

- Elf;

- Frozen;

- Forrest Gump;

- Caça-Fantasmas;

- Harry Potter e a Câmara dos Segredos;

- Idade do Gelo;

- Santa Claus the Movie;

- Scooby-Doo;

- A Corrida Mais Louca do Mundo;

- O Império Contra-ataca;

- The LEGO Movie

- Velocidade Furiosa

- As Crónicas de Nárnia (The Lion, The Witch and The Wardrobe)

- Toy Story

O elenco inclui também curtas aparições de Batman, Ben 10, The Lone Ranger, Raphael o Adolescente Mutante Tartaruga Ninja, e um minion de Gru - O Maldisposto. Foi tudo montado em pouco mais de um mês com materiais que incluíram dezassete árvores Lego, onze latas de spray de neve, sete edifícios de cartão, uma grande lata e espuma expandida e um par de collants de senhora, usado para ajudar a fazer a rede do trampolim na cena do anúncio da John Lewis.

Recreação do super Mario em Stop Motion

Um canal no youtube chamado jugglersynchro um video chamado "ルービックキューブでマリオ Mario by Rubik’s Cubes".
O video foi criado com dezenas de cubos rubik em stop motion e provavelmente foi um processo demorado para a sua criação. 
Não descrição do video não são dados muitos detalhes acerca do mesmo.





Consultado a 12 de Janeiro de 2017

Os seis melhores filmes em Stop Motion

"The Nightmare before Christmas" (1993)

Jack Skellington é um ser fantástico que vive na Cidade do Halloween, um local cercado por criaturas fantásticas. Um dia, abre um portal para a Cidade do Natal e decide celebrar a data.
Dirigido por Henry Selick, foi produzido e co-escrito por Tim Burton.




"A Fuga das Galinhas" (2000)

Conta a história de um grupo de galinhas que planeiam fugir da fazenda onde moram, pois os donos decidem trocar a venda de ovos pela de tortas de frango. A esperança das galinhas é Rocky, um galo que promete ensiná-las a voar. Direção de Peter Lord e Nick Park.




"Wallace & Gromit - A Batalha dos Vegetais" (2005)

Filme de Animação ganhador de um OSCAR de animação (o primeiro dado a um filme em stop motion), filme tem a direção de Steve Box e Nick Park.
O inventor Wallace e o seu fiel cão Gromit dedicam-se a salvar as plantações de uma vila famosa pelos seus vegetais gigantes que é ameaçada por uma misteriosa criatura.



"Coraline" (2009)

Este filme de animação conta a história de uma rapariga aventureira que descobre um buraco em sua casa, através do mesmo encontra um mundo paralelo ao seu - aparentamente ideal, mas que se mostra bastante sinistro . 
Filme de animação dirigido por Henry Selick.



"Fantastic Mr.Fox" (2009)

A história gira em torno de uma raposa que rouba comida de fazendeiros ricos e precisa de ajudar a sua comunidade e enfrentá-los quando procuram retaliação. 
Versão do diretor Wes Anderson para o livro de Roald Dahl.




"Frankenweenie" (2012)

Filme dirigido por Tim Burton é uma refilmagem de uma curta-metragem lançada pelo cineasta em 1984.
Victor é um rapaz que usa a eletrecidade para trazer o seu cachorro Sparky de volta à vida. Depois o mesmo é pressionado para ensinar as pessoas ao seu redor a fazer o mesmo.




Informações retiradas do seguinte site no dia 10 de janeiro de 2017




Guardiões da Galáxia Vol.2 | Assista ao Baby Groot em stop-motion


Enquanto o aguardado “Guardiões da Galáxia Vol.2” ainda não chega aos cinemas, que tal ver uma animação em stop-motion do amado Baby Groot? O vídeo, lançado no canal da Marvel no Youtube, mostra um pouco do processo de criação do boneco e recria a cena memorável do personagem dançando que acontece ao final do primeiro filme de “Guardiões da Galáxia“. Aperte o play:






Consultado a 12-01-2017

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

ASCII

A memória do computador conserva todos os dados sob a forma binária, de modo que não existe um método para armazenar diretamente os caracteres. Cada caracter possui por conseguinte o seu equivalente em código numérico: o código ASCII (American Standard Code for Information Interchange - traduz-se por "Código Americano Standard para a Troca de Informações"). 

O código ASCII básico representa os caracteres em 7 bits (quer dizer 128 caracteres possíveis, de 0 a 127).
Os códigos 0 a 31 são caracteres de controlo, permitindo fazer ações como regresso à linha (CR) e Bip sonoro (BEL);
Os códigos 65 a 90 representam as maiúsculas;
Os códigos 97 a 122 representam as minúsculas

A codificação ASCII é usada para representar textos em computadores, equipamentos de comunicação, entre outros dispositivos que trabalham com texto. Os sinais não-imprimíveis, conhecidos como caracteres de controlo, são amplamente utilizados em dispositivos de comunicação e afetam o processamento do texto.




Baby Groot


A Marvel criou um filme de animação em stop motion para Baby Groot, o adorável herói de Guardians of the Galaxy (Guardiães da Galáxia). Através do canal no Youtube, o estúdio divulgou um vídeo do processo de criação da personagem e com o Baby Groot a dançar por todo o lado.

Deixo-vos aqui o trailer do filme Guardians of the Galaxy 2, que só estreia em Abril de 2017, e que continua as aventuras da equipa à medida que atravessam os sítios mais recônditos do universo. Os Guardiães devem lutar para manter a sua recém formada família unida. Espero despertar a vossa curiosidade.



HTML

HTML, abreviatura de HyperText Markup Language (Linguagem de Marcação de Hipertexto) é uma linguagem de marcação - constituída por códigos que delimitam conteúdos específicos, segundo uma sintaxe própria - utilizada para o desenvolvimento de páginas na web. Assim, permite a criação de documentos que podem ser lidos em praticamente qualquer tipo de computador e transmitidos pela internet.

Para escrever documentos HTML não é necessário mais do que um editor de texto simples e conhecimento dos códigos que compõem a linguagem. Os códigos ou tags (etiquetas) indicam a função de cada elemento da página Web, funcionando como comandos de formatação de textos, formulários, links, imagens, tabelas, entre outros.

Os browsers (navegadores) identificam as tags e apresentam a página conforme está especificada. Um documento em HTML é um texto simples, que pode ser editado no Bloco de Notas (Windows) ou Editor de Texto (Mac) e transformado em hipertexto.
A linguagem HTML foi criada por Tim Barners Lee na década de 1990. As especificações da linguagem são controladas pela W3C (World Wide Web Consortium). 



URL

URL, abreviatura de Uniform Resource Locator, é o endereço de um recurso disponível numa rede, ou seja, é o endereço virtual de um arquivo, uma impressora ou outro acessório disponíveis numa rede, seja esta corporativa (intranet) ou a internet.  

O URL completo contém uma estrutura bem definida. O primeiro componente do URL é o identificador de protocolo, podendo este ser um protocolo HTTP (protocolo de comunicação na internet) ou um FTP (protocolo de transferência de arquivos da internet), trabalhando com o protocolo HTML. Seguidamente, segue-se o nome do recurso, o qual especifica o endereço IP ou o domínio onde o recurso está localizado. O identificador de protocolo e o nome do recurso são separados por dois pontos e duas barras.



Tuturial: Como criar um cinemagraph utilizando o Adobe Photoshop


Wallace & Gromit

Wallace & Gromit são duas personagens criadas por Nick Park, e são os protagonistas de quatro curta-metragens e uma longa metragem.
Estes filmes de animação são realizados através da técnica de stop motion e claymation(técnica que vamos explorar nas aulas de OMB).



As personagens utilizadas nestes filmes de animação são criadas em plasticina e armaduras de metal.


As 4 Curtas- metragens de Wallace & Gromit
- A Grand Day Out (1989)
- The Wrong Trousers (1993)
- A Close Shave (1995)
- A Matter of Loaf and Death (2008)


A longa metragem de Wallace & Gromit:
- Wallace & Gromit: The Curse of the Were-Rabbit (2005)





O texto é da minha autoria com algumas referências retiradas do wikipédia consultado no dia 10 de Janeiro de 2017.

A Ovelha Choné 


Os holofotes estão apontados para esta personagem secundária (primeira aparição foi em 1995) que depressa se transformou na protagonista de uma série com mais de 130 episódios, fazendo agora a transição para uma longa-metragem que irá determinar de vez o seu sucesso.




Shaun the Sheep, por cá Ovelha Choné, é uma das mais bem sucedidas criações dos estúdios da Aardman, especializado em animações stop-motion. Personagem essa que beneficia de uma das vertentes cómicas mais apreciadas e universalmente mimetizadas, o apelidado slapstick, o humor físico e desastroso, quase comparado com um Chaplin ou um Buster Keaton da animação. Talvez seja isso o que mais agrada nas aventuras deste irreverente ovino, capaz de desafiar uma já datada gimnica cinematográfica.

Já o stop-motion é apresentado sem qualquer falha técnica, de forma dinâmica e visualmente cativante para a narrativa, sem com isto perder a essência original. Claro, as personagens são divertidíssimas e as peripécias em que a Ovelha Choné se encontra constantemente envolvida são deliciosamente acompanhadas por um humor afinado e, de certa forma, imprevisível. Mais do que um mero produto da categoria de animação, A Ovelha Choné é uma comédia imparável, astuta e bem conseguida.



Consultado em 11 Janeiro 2011

Marvel cria filme stop-motion de Baby Groot



A Marvel criou um filme especial para o Baby Groot, o adorável herói de Guardiões da Galáxia. Em seu canal no Youtube, o estúdio divulgou dois vídeos – um do processo de criação do fofo personagem e outro com Baby Groot dançando por todos os cantos.







Consultado a 11 de janeiro de 2017



Isle of Dogs | Wes Anderson anuncia animação em stop-motion

Wes Anderson anunciou o seu novo filme, Isle of Dogs, uma animação stop-motion sobre cachorros estrelada por Edward Norton.
Veja:https://youtu.be/Mi7WURbBoPg


Além de Norton, estão no elenco Bill Murray, Jeff Goldblum, Bill Balaban, Bryan Cranston, Scarlett Johansson, Greta Gerwig, Murray Abraham, Harvey Keitel, Frances McDormand, Yoko Ono e os atores japoneses Kunichi Nomura, Akira Ito, Akira Takayama e Koyu Rankin.

Há dois anos, Anderson já havia afirmado que retornaria à tecnologia stop-motion, utilizada em O Fantástico Sr. Raposo (2009), em uma antologia inspirada por O Ouro de Nápoles (L'oro di Napoli, 1954)

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Stop Motion- Western Spaghetti

Western Spaghetti


Uma pequena animação de Stop Motion por PES.


Cinemagraphs

Os cinemagraphs em formato gif  são uma das imensas formas de stopmotion. Neste  caso particular trata-se de uma repetição de um movimento especifico numa foto estática.
Abaixo encontra-se uma compilação em video de alguns dos melhores cinemagraphs

Artista cria video de stop motion com tatuagem



Phil Berge, um artista de Quebec, Canadá, uniu dois tipos de arte diferentes em um vídeo só: tatuagem e animação.

Ele criou desenhos que se mexem sobre a pele usando a técnica de stop motion. Para isso, reuniu alguns clientes, fez 73 tatuagens neles, tirou fotos de cada um dos desenhos e os organizou em sequência em um editor de vídeo. "A única modificação que foi feita à foto original é o ângulo da câmera, e eu ajustei a iluminação também", ele explicou no site Bored Panda.


Phil levou 5 meses para fazer tudo. O resultado é este: 

link do video de Phil Berge



Fonte: https://catracalivre.com.br/geral/fotografia/indicacao/artista-cria-video-de-stop-motion-com-tatuagem/



Consultado a 10 de Janeiro de 2017

Tag style do CSS


A tag style

A outra maneira de se utilizar o CSS é declarando suas propriedades dentro de uma tag <style>.
Como estamos declarando as propriedades visuais de um elemento em outro lugar do nosso documento, precisamos indicar de alguma maneira a qual elemento nos referimos. Fazemos isso utilizando um seletor CSS. É basicamente uma forma de buscar certos elementos dentro da página que receberão as regras visuais que queremos.

No exemplo a seguir, usaremos o seletor que pega todas as tags p e altera sua cor e background:

<!DOCTYPE html>
<html>
  <head>
    <meta charset="utf-8">
    <title>Sobre a Mirror Fashion</title>
    <style>
      p {
        background-color: yellow;
        color: blue;
      }
    </style>
  </head>
  <body>
    <p>
      O conteúdo desta tag será exibido em azul com fundo amarelo!
    </p>
    <p>
      <strong>Também</strong> será exibido em azul com fundo amarelo!
    </p>
  </body>
</html>

O código anterior da tag <style> indica que estamos alterando a cor e o fundo de todos os elementos com tag p. Dizemos que selecionamos esses elementos pelo nome de sua tag, e aplicamos certas propriedades CSS apenas neles.

Fonte:https://www.caelum.com.br/apostila-html-css-javascript/introducao-a-html-e-css/#2-11-sintaxe-e-inclusao-de-css



HTML5

HTML5 (Hypertext Markup Language, versão 5) é uma linguagem para estruturação e apresentação de conteúdo para a World Wide Web e é uma tecnologia chave da Internet originalmente proposto por Opera Software. É a quinta versão da linguagem HTML. Esta nova versão traz consigo importantes mudanças quanto ao papel do HTML no mundo da Web, através de novas funcionalidades como semântica e acessibilidade. Possibilita o uso de novos recursos antes possíveis apenas com a aplicação de outras tecnologias. Sua essência tem sido melhorar a linguagem com o suporte para as mais recentes multimídias, enquanto a mantém facilmente legível por seres humanos e consistentemente compreendida por computadores e outros dispositivos (navegadores, parsers etc). O HTML5 será o novo padrão para HTML, XHTML, e HTML DOM. Atualmente, está em fase de esboço, porém diversos navegadores já implementam algumas de suas funcionalidades.

Após seus predecessores imediatos HTML 4.01 e XHTML 1.1, HTML5 é uma resposta à observação de que o HTML e o XHTML, de uso comum na World Wide Web, é uma mistura de características introduzidas por várias especificações, juntamente com aquelas introduzidas por software, tais como os navegadores, aqueles estabelecidos pela prática comum, e os muitos erros de sintaxe em documentos existentes na web. É, também, uma tentativa de definir uma única linguagem simples de marcação que possa ser escrita em HTML ou em sintaxe XHTML. Isso inclui modelos de processamento detalhados para incentivar implementações mais interoperáveis; isso estende, melhora e racionaliza a marcação disponível para documentos, e introduz marcações e interfaces de programação de aplicativos (APIs) para aplicações web complexas. Pelas mesmas razões, HTML5 também é um candidato em potencial aplicações multi-plataforma móveis. Muitos recursos do HTML5 tem sido construídos com a consideração de ser capaz de executar em dispositivos de baixa potência como smartphones e tablets.



Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/HTML5

PHP


A linguagem foi criada em 1994 e o código fonte do PHP só foi liberado em 1995, como um pacote de programas CGI criados por Rasmus Lerdorf, com o nome Personal Home Page Tools, para substituir um conjunto de scripts Perl que ele usava no desenvolvimento de sua página pessoal. Em 1997 foi lançado o novo pacote da linguagem com o nome de PHP/FI, trazendo a ferramenta Forms Interpreter, um interpretador de comandos SQL. Mais tarde, Zeev Suraski desenvolveu o analisador do PHP 3 que contava com o primeiro recurso de orientação a objetos, que dava poder de alcançar alguns pacotes, tinha herança e dava aos desenvolvedores somente a possibilidade de implementar propriedades e métodos. Pouco depois, Zeev e Andi Gutmans, escreveram o PHP 4, abandonando por completo o PHP 3, dando mais poder à máquina da linguagem e maior número de recursos de orientação a objetos. O problema sério que apresentou o PHP 4 foi a criação de cópias de objetos, pois a linguagem ainda não trabalhava com apontadores ou handlers, como são as linguagens Java, Ruby e outras. O problema fora resolvido na versão atual do PHP, a versão 5, que já trabalha com handlers. Caso se copie um objeto, na verdade copiaremos um apontador, pois, caso haja alguma mudança na versão original do objeto, todas as outras também sofrem a alteração, o que não acontecia na PHP 4.


Trata-se de uma linguagem extremamente modularizada, o que a torna ideal para instalação e uso em servidores web. Diversos módulos são criados no repositório de extensões PECL (PHP Extension Community Library) e alguns destes módulos são introduzidos como padrão em novas versões da linguagem. É muito parecida, em tipos de dados, sintaxe e mesmo funções, com a linguagem C e com a C++. Pode ser, dependendo da configuração do servidor, embarcada no código HTML. Existem versões do PHP disponíveis para os seguintes sistemas operacionais: Windows, Linux, FreeBSD, Mac OS, OS/2, AS/400, Novell Netware, RISC OS, AIX, IRIX e Solaris.

Fonte do texto e da imagem: https://pt.wikipedia.org/wiki/PHP

Um Pouco sobre HTML

O QUE É HTML?

A Hypertext Markup Language (Linguagem de Marcação de Hipertexto) não é uma linguagem de programação e sim, como o nome diz, uma linguagem de marcação ou markup. Ela funciona através de “marcações” chamadas tags ou etiquetas, com o propósito de estruturar e definir a natureza do conteúdo de uma página.
Resultado de imagem para html


VERSÕES HTML

A HTML já passou por diversas revisões e, hoje, a utilização da versão HTML5 é recomendada e possui pleno suporte pelos navegadores. Por questões de histórico, listo abaixo outras versões da linguagem amplamente utilizadas no passado. As diferenças, na prática, são poucas, mas não há motivo para se utilizar as versões 4 ou XHTML 1.0 / 1.1.
HTML 4.01: versão finalizada em 1999 e utilizada por desenvolvedores por mais de 10 anos;
XHTML 1.0 / 1.1: muito utilizada a partir dos anos 2000, estaa versão da HTML feita com a linguagem XML (eXtensible Markup Language) ajudou a padronizar o desenvolvimento para a web com as suas regras mais rígidas, herdadas da XML. Pode-se também utilizar XHTML com HTML5, mas esta opção não será abordada neste curso e possui pouca aderência atualmente.

A HTML5, ainda em regulamentação, apresenta várias e interessantes possibilidades para a web. Está fora do escopo deste curso abordar todas as novidades, mas aqui já iremos utilizar alguns dos recursos que facilitam a o desenvolvimento de páginas web.

TAGS

As tags, ou etiquetas, são as entidades básicas de marcação da HTML. Elas são delimitadas pelos parênteses angulares, os sinais de “menor que” e “maior que” “<” e “>”. A sua escrita é insensível à caixa (ex: <html>, <hTMl> ou <HTML> não têm diferença), exceto na sintaxe XHTML, onde sempre devemos escrever as tags em caixa baixa.
As tags servem para estruturar, hierarquizar e demarcar o conteúdo de uma página. A maioria usa uma tag de abertura (ex: <p>) e outra de fechamento (ex: </p>). Algumas tags não possuem conteúdo são consideradas tags vazias, como <meta> e <br>.
Tags podem conter atributos, que são como propriedades do elemento, escritos como um nome e valor. Exemplo: ex: <p class="exemplo">Texto</p> (aqui “class” é um atributo da tag p).

É importante notar também que em documentos HTML o espaço em branco é quase que completamente ignorado. Por exemplo, tanto <p> Texto </p> quanto <p>     Texto     </p>produzirão o mesmo resultado. Ou seja, todo o espaço em branco será reduzido a apenas um espaço visivelmente, em cada lado da palavra (é possível mudar este comportamento com CSS).

 
                                    Anatomia de uma tag HTML

Fonte: www.wikipedia.org

Introdução ao CSS


Cascading Style Sheets (Folhas de Estilo em Cascata), assim como a HTML, não é uma linguagem de programação. CSS é uma linguagem de folha de estilos usada amplamente na web e criada com o propósito principal de estilizar páginas HTML.

REGRAS:

A linguagem CSS funciona através de regras com o principal objetivo de estilizar visualmente o conteúdo HTML da página. Com regras, podemos selecionar um ou mais elementos em uma página e aplicar estilos de acordo. Uma regra é formada de:

Um ou mais seletores; 
Chaves: “{” e “}”; 
Declarações, cada uma com propriedade e valor (terminando a linha com ";").
                                   Anatomia de uma regra CSS

Na regra exemplo acima, vemos a seleção das tags p e a aplicação da cor vermelha a todas elas. Ou seja, com esta regra, todos os parágrafos da página ficarão vermelhos.

INSERINDO CSS EM UMA PÁGINA:

Para que as regras tenham efeito na página, há três maneiras de inseri-las:

Arquivo externo “.css” ligado à página HTML através da tag <link> (melhor método); 
Dentro da tag <head> de uma página, utilizando a tag “<style>” 
Dentro de um elemento, utilizando o atributo style

Como inserir CSS em Html

Aqui ficam 3 métodos que podemos usar para inserir estilos CSS em uma página.

MÉTODO 1: ARQUIVO EXTERNO CSS


Este é o método que apresenta maior versatilidade. Um arquivo externo CSS pode ser ligado a quantas páginas desejarmos, desta forma deixando a manutenção de um site muito mais fácil (um arquivo CSS controla o visual do site inteiro). Para este método, utilizamos o elemento link, da seguinte forma:

<link href="css/arquivo.css" rel="stylesheet">

Esse método é o que tem menor precedência em relação aos outros. Ou seja, estilos aplicados utilizando os outros métodos abaixo terão preferência de aplicação em caso de um conflito (estilos aplicados a um mesmo elemento).

MÉTODO 2: TAG STYLE

Com este método, aplicamos estilos apenas na página onde as regras CSS estão inseridas. Para isso, utiliza-se a tag style dentro da tag head. Exemplo:

<style>
    p {
        color: red;
    }
</style>

No exemplo acima, os estilos definifos aplicarão a cor vermelha para todos os parágrafos do documento HTML em questão. Todos os elementos style devem ficar dentro do elemento head de uma página.
Os estilos em uma tag style tem precedência sobre os estilos em um arquivo externo.

MÉTODO 3: ATRIBUTO STYLE

Esse é o método que deve ser menos utilizado, por ir contra a divisão de um página em 3 camadas, como vimos anteriormente. Utilizando o atributo style, podemos aplicar estilos a um elemento específico. Exemplo:

<p style="color: red;">Texto</p>

No exemplo acima, aplicamos a cor vermelha apenas para o parágrafo em questão (existem maneiras melhores de se selecionar apenas um elemento ou grupo de elementos para aplicação de estilos). Esse método é chamado de “inline styles” (ou estilos em linha) por estarem localizados junto com o código HTML. Ele tem precedência de aplicação sobre todos os outros.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Artista cria vídeo de stop motion com tatuagem

Phil Berge, um artista de Quebec, Canadá, uniu dois tipos de arte diferentes em um vídeo só: tatuagem e animação.
Ele criou desenhos que se mexem sobre a pele usando a técnica de stop motion. Para isso, reuniu alguns clientes, fez 73 tatuagens neles, tirou fotos de cada um dos desenhos e os organizou em sequência em um editor de vídeo. 
"A única modificação que foi feita à foto original é o ângulo da câmera, e eu ajustei a iluminação também", ele explicou no site Bored Panda.






Top 10 Stop-Motion Animation Movies


Notepad++


Notepad++

 É um editor de texto e de código fonte de código aberto sob a licença GPL. Suporta várias linguagens de programação rodando sob o sistema Microsoft Windows (possível utilização no Linux via Wine).

O Notepad++ é distribuído como um Software livre. O projeto foi hospedado no SourceForge.net, onde foi baixado mais de 27 milhões de vezes e ganhou duas vezes o prêmio "SourceForge Community Choice Award" por melhor ferramenta de desenvolvimento. O projeto é hospedado no TuxFamily desde de Junho de 2010. Ele é baseado no Scintilla, é escrito em C++ utilizando a API Win32 e usa a STL. O objetivo do Notepad++ é oferecer um esguio e eficiente binário com uma interface gráfica totalmente modificável.

As linguagens de programação suportadas pelo Notepad++ são: C, C++, Java, C#, XML, HTML, PHP, JavaScript, makefile, ASCII art, doxygen, ASP, VB/VBScript, Unix Shell Script, BAT, SQL, Objective-C, CSS, Pascal, Perl, Python, Lua, Tcl, Assembly, Ruby, Lisp, Scheme, Smalltalk, PostScript e VHDL. Além disto, usuários podem definir suas próprias linguagens usando um "sistema de definição de linguagem" integrado, que faz do Notepad++ extensível, para ter realce de sintaxe e compactação de trechos de código.

Ele suporta autocomplemento, busca e substituição de expressões regulares, divisão de tela, zoom, favoritos, etc. Tem suporte para macros e plugins. Um plugin de usuário chamado TextFX, que provê opções de transformação de textos, é incluído por padrão.

Notepad++ Screenshot3.pngNotepad++ logo

domingo, 8 de janeiro de 2017

Tim Burton

Fig. 1: Tim Burton.
Timothy Walter Burton, mais conhecido por Tim Burton, nascido a 25 de agosto de 1958, é um produtor e cineasta norte americano, conhecido pelos seus filmes caracterizados por uma certa obscuridade.
Por entre o seu grande currículo na área cinematográfica, são bastante conhecidos os títulos dos seus vários filmes realizados em Stop Motion.
O seu primeiro filme utilizando esta técnica foi uma curta metragem de terror de apenas 6 minutos, denominada Vincent, realizada em 1982.
Vincent abriu a Tim Burton as portas para o mundo da Stop Motion, tendo este implementado esta técnica em alguns filmes live-action, tais como Pee-wee's Big Adventure (1985) e Beetlejuice (1988).
O seu primeiro grande filme realizado completamente em Stop Motion foi o famoso The Nightmare Before Christmas, ou, em português, O Estranho Mundo de Jack. Este musical de fantasia demorou 3 anos a ser feito, chegando aos cinemas em 1993.
Anos mais tarde, utilizando esta mesma técnica de animação, foi lançado em 2005 um novo musical de nome Corpse Bride, ou A Noiva Cadáver. Tendo a sua produção durado 2 anos, este filme é também um marco da animação Stop Motion.
O seu último filme produzido com recurso a esta técnica dá pelo nome Frankenweenie. Lançado em 2012, este filme demonstra, mais uma vez, a perícia de Tim Burton na área, deixando o público expectante em relação a possíveis futuros filmes em Stop Motion pelo cineasta.

Fig. 2: Imagem de Vincent, curta metragem de 1982.
Fig. 3: Imagem promocional de The Nightmare Before Christmas,
ou O Estranho Mundo de Jack, filme de 1993.
Fig. 4: Imagem promocional de Corpse Bride, ou A Noiva Cadáver, filme de 2005.

Fig. 5: Imagem promocional de Frankeneenie, filme de 2012.

Texto de minha autoria, tendo como base as páginas da Wikipédia sobre Tim Burton e os seus filmes VincentPee-wee's Big Adventure, Beetlejuice, The Nightmare Before Christmas, Corpse Bride e Frankenweenie.