sábado, 23 de janeiro de 2016

Será que vamos conseguir congelar pessoas como o Han Solo?

O ser-vivo mais resistente do planeta Terra, os tardígrados conseguem sobreviver mesmo depois de serem congelados,durante 30 anos! Será que através destes seres-vivos vamos conseguir "congelar" humanos, preservando-os?

Vejam o resto da notícia aqui







Drone para uma pessoa

Ehang 184, é o primeiro drone capaz de transportar uma passageiro.
Este aparelho foi desenvolvida pela empresa chinesa Ehang, onde apresentou o dispositivo em Las Vegas na convenção CES 2016.

Características do Ehang 184

Este dispositivo é muito parecido a um helicóptero, com as principais diferenças:

  • Tem 4 hélices paralelas ao chão
  • 100% eléctrico
  • Controlado a traves de um tablet
  • Consegue voar durante 23 minutos, 
  • Bateria totalmente cheia ao fim de 2 horas; 
  • Consegue transportar uma pessoa com o peso máximo de 100 Kg.
  • Velocidade máxima: 100 Km/h
  • Altitude máxima: 3,5 Km

Antes de iniciar a viajem apenas precisa de fazer 3 coisas, definir o plano de voo e dar os comandos "aterrar" e "descolar", clicando no tablet.
Esta empresa tem o principal objetivo de colocar o drone este ano no mercado entre os custos de os 186 mil e 279 mil euros.




Google Maps para o cérebro



Paulo Rodrigues de 34 anos, é um português formado em Engenharia de Sistemas e Informática.
Este português desenvolveu um software capaz criar um mapa em 3D do cérebro humano, graças a imagens feitas através de ressonâncias magnéticas.

Com esta nova ideia, os médicos conseguem ver muito melhor todas as ligações nervosas do cérebro, detectando com muita maior facilidade as coordenadas da lesão, podendo assim acompanhar todo o processo do paciente, se ouve mudanças no cérebro, se a matéria cinzenta aumentou, se o numero de lesões diminui-o.
Conseguindo fazer uma avaliação muito mais cuidada e precisa.

Este software já se encontra em diversos hospitais nos EUA e Espanha.


Amizade pelo facebook

Um estudo da Universidade de Oxford conclui que apenas quatro em cada 150 “amigos” do Facebook são amigos na realidade. Um resultado realmente preocupante tendo em conta o número de amigos que uma pessoa de ambos os géneros tem no Facebook.

Robin Dunbar, professor em Oxford, decidiu perceber se os amigos que se mantêm nas redes sociais são amigos no verdadeiro sentido da palavra. O objetivo passou por averiguar se serviços como o Facebook ajudam realmente a manter grandes redes de amigos.

O professor analisou os dados de dois estudos anteriores, de abril e maio de 2015, efetuados junto de 3375 utilizadores, com idades entre os 18 e os 65 anos. Em média, cada um destes utilizadores tinha 150 amigos no Facebook, com as mulheres a terem redes de contacto maiores do que os homens.
Estes utilizadores tiveram depois de identificar, dentro da sua rede de contactos, com quantos amigos poderiam contar no caso de uma crise emocional ou social. A resposta pode surpreender: dos 150 amigos do Facebook, os utilizadores identificavam, em média, 4,1 amigos em quem pudessem confiar nestes casos.

Dunbar também refere que os utilizadores com grandes redes de contactos no Facebook não têm necessariamente de ter mais amigos verdadeiros, na vida real: «os utilizadores com redes anormalmente grandes de contactos não passaram a ter mais amigos próximos do que tinham, mas sim adicionaram mais conhecidos aos seus círculos de amizade».

O professor explica que uma relação só se pode aprofundar com o tempo investido e que, no mundo atual, passamos muito pouco tempo conectados aos nossos amigos do Facebook.



Lasers são arma de eleição contra pilotos

Desde os primórdios da década, ataques contra a viação civil têm sido cada vez mais frequentes.
Em Portugal, a triste de moda de apontar lasers aos cockpits dos aviões não parou de crescer desde 2010. Responsável do gabinete de investigação a acidentes aéreos pede nova legislação.

Quando chega o bom tempo, muitos portugueses aproveitam as noites de fim de semana para jantar fora, passear ao luar, ir a concertos ou a discotecas e esplanadas. Mas há também uma minoria que prefere gastar o tempo livre com dispositivos de laser apontados para as rotas aéreas mais conhecidas a tentar encadear pilotos que aterram ou descolam aviões nos aeroportos portugueses. Até ao dia 27 de julho já foram reportados ao Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes Aéreos (GPIAA) 133 “ataques de laser” contra pilotos. Os peritos acreditam que os números deverão aumentar em breve, pois é nas férias de verão que costuma haver mais ataques. Por que é que há gente a fazer isto? Talvez a inteligência humana não seja suficiente para explicar.

Miguel Silveira, presidente da Associação de Pilotos Portugueses de Linha Aérea (APPLA), já foi alvo de um ataque de laser. Descreve-o como um flash que deixa os pilotos a verem quadradinhos de luz durante cinco, seis ou mais segundos. «Cinco segundos são uma eternidade na aviação. Nós, pilotos, temos decisões e procedimentos que têm de ser executados em 1 a 3 segundos. Se num exame de rotina, um piloto ficar sem visão durante 1 segundo, o médico vai querer saber o que se passa com esse piloto e, no limite, poderá querer apurar se há razão para tirar o certificado médico aeronáutico».

Os ataques de laser reportados ao GPIAA desde 2010 permitem identificar, pelo menos, três tendências: 1) nos aeroportos do Continente e Ilhas, o número de incidentes do género não parou de crescer entre 2010 (16 “ataques”) e 2014 (297 incidentes); 2) os lasers verdes passaram a ser os preferidos por serem os mais severos (de 49% dos casos em 2010 para 98% dos casos em 2014); e 3) em 2014 surgiram os dois primeiros ataques direcionados para o período de descolagem, a que se junta mais um caso detetado em 2015 (cuja contabilidade, por motivos óbvios, só é feita até 27 de julho).

Álvaro Neves, diretor do GPIAA confirma que se trata de uma moda crescente que é preciso contrariar com a ações de divulgação para os perigos que os ataques de laser podem representar para quem viaja de avião. «Basta comprar um laser de 3, 4 ou 5 MegaWatts numa dessas lojas baratas e consegue-se um alcance de dois ou três quilómetros. O que significa que, a 300 metros de distância, a intensidade é brutal», acrescenta o líder do GPIAA.

Tanto na APPLA como no GPIAA fala-se da necessidade de criar legislação específica para dissuadir estes ataques de laser que tanto ameaçam a segurança dos voos comerciais como poderão eventualmente produzir danos nos olhos dos pilotos.

Os ataques com lasers tendem a ganhar contornos mais ameaçadores com os relatos de pilotos que dão conta de casos do uso de emissores lasers mais potentes que aqueles que são vendidos nas lojas nacionais e que, por vezes, também são usados em estádios de futebol para distrair os jogadores. Recentemente, o tema voltou a fazer títulos de jornal com os ataques levados por um suspeito de 19 anos durante a descolagem de alguns voos em Newark, EUA.

A Autoridade Nacional de Aviação Civil (ANAC) confirma ter conhecimento dos ataques de lasers e diz estar a acompanhar a evolução que esta “moda” tem tido em Portugal e no estrangeiro. A autoridade que regula a aviação civil lembra que a distância e a precisão possível dos ataques não permitem ter uma demonstração inequívoca de que os alegados «efeitos nefastos» podem comprometer a segurança das aeronaves. Apesar da inexistência de provas quanto aos efeitos, a ANAC considera «esta situação preocupante e por isso tem acompanhado a evolução internacional quanto ao desenvolvimento de análises e estudos sobre esta temática».

«Faltam ainda dados precisos quanto aos efeitos reais destes denominados “ataques laser” e por isso não há, no domínio da aeronáutica, uma legislação harmonizada, proposta pelas entidades supranacionais», acrescenta a ANAC num e-mail enviado para a Exame Informática.
A ANAC refere ainda que os ataques de laser assumem «contornos de natureza criminal» que deverão ser tratados pelas autoridades competentes, mas confirma que não é fácil recolher provas que permitam identificar e sancionar os autores dos ataques.

No vídeo que se encontra inserido nesta página pode descobrir mais pormenores sobre os ataques de laser.



O motivo aparente destes ataques vai continuar a ser uma triste incógnita, e com previsões de aumento deste tipo de incidentes, provavelmente as companhias aéreas terão de pedir aos seus principais fabricantes para desenvolverem um dispositivo que permita aos pilotos não serem encadeados por este tipo de lasers, muitos deles com uma gama de radiação acima da permitida legalmente.

A restante notícia pode ser lida no seguinte site:

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Planos de Filmagem

Uma das partes mais importantes no mundo do cinema são os planos de filmagem, pois são eles que dão dinamismo à imagem apresentada, adequando cada plano à situação a retratar.
Assim, podemos observar 8 planos de ação divididos em duas categorias: planos de ação (representação do elemento principal e do espaço envolvente) e planos de expressão (representação mais detalhada e pormenorizada do elemento principal, por exemplo um rosto).
Os planos são: 
Plano geral- Interesse da relação espacial entre personagem e cenário; plano descritivo
Plano geral médio- personagem e alguma relação com o que o rodeia; plano narrativo
Plano americano- ação da personagem; plano narrativo e dramático
Plano médio- misto de ação e de expressão; narrativo, dramático, psicológico; muito utilizado em TV
Plano próximo- plano dramático, psicológico e expressivo
Plano Grande- intimidade da personagem; cara; plano expressivo
Plano muito grande- relação entre elementos da cara; plano expressivo, simbólico
Plano de detalhe- plano simbólico, eventualmente expressivo; a sua permanência pode transformá-lo em plano geral



Facebook pode passar a ser para maiores de 16


Os adolescentes europeus com menos de 16 anos poderão vir a precisar de uma autorização dos pais para navegar em redes sociais como o Facebook, o Instagram ou o Snapchat. 

A medida consta no próximo regulamento europeu de Proteção de Dados e pretende que seja aumentada a idade mínima para utilização de redes sociais dos 13 para os 16 anos. 

A ser adotada, a medida torna ilegal que se recolham informações pessoais de menores sem o consentimento explícito dos seus pais. Segundo a imprensa espanhola, esta proposta pode abalar os gigantes tecnológicos, que dependem dos grupos mais jovens nas redes sociais para o seu crescimento. 


quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Storybord

Os Storyboard são organizadores gráficos tais como uma série de ilustrações ou imagens arranjadas em sequência com o propósito de pré-visualizar um filme,animação ou gráfico animado, incluindo elementos interativos em websites.
O processo de storyboarding, no formato em que é conhecido atualmente, foi desenvolvido pelo Walt Disney Studios durante o começo da dé cada de 1930, depois de anos de utilização de processos similares em outros estúdios de animação.
Dão muito trabalho fazer, mas é uma boa especiaria e fica muito engraçado.

Premiere

O premiere é um programa de edição de video não linear, da Adobe, que está disponível para Windows e Macintosh.
É considerado um dos softwares mais utilizados e encontra-se entre os melhores.
Poderemos ter mais contacto com este programa ao longo das aulas deste 2º período em que trabalharemos edição de video utilizando as nossas entrevistas feitas aos artistas na Gema Azul.



Logotipo


Aspeto do programa

Ruggie

O Ruggie é um despertador criado por empresários em Vancouver e Hong Kong, que combate a guerra diária para sair da cama.

Neste despertador não se pode fazer "snooze". Temos de ficar de pé em cima do aparelho pelo menos três segundos para desligar o irritante barulho do despertador. E tem de ser mesmo com os dois pés, não dá para enganar. Depois de se desligar, recita uma frase inspiradora para iniciar o dia bem.



terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Storyboard

Um storyboard é uma sucessão de imagens que contam a história de um filme a ser realizado, como uma longa-metragem, uma curta, uma novela, uma série... 
Tem como finalidade marcar as principais passagens de determinada história que será contada da forma mais próxima com a qual esta deverá aparecer no final.É uma técnica que ajuda a planear o filme, fotograma a fotograma e permite mostrar a ideia a outras pessoas antes de começar a filmar.
É também importante e interessante quanto ao facto de que no storyboard se incluem pequenas legendas que indicam o plano de filmagem, se é exterior ou interior, o modo de filmagem, entre outras observações simples mas indispensáveis na montagem do filme.
Porque não tentar fazer um storyboard para organizar a montagem da nossa entrevista com os brutos da gema Azul?





Storyboard 101 Dalmatas




Storyboard Pequena Sereia




Storyboard Piter Pan




Storyboard Rei Leão

Português dá um passo ciêntifico

Espantosa notícia! Um Português inventou um novo software que permite transformar as imagens de ressonâncias magnéticas em modelo 3D do cérebro. 



Vejam a notícia aqui




Leonor Pacheco

Leonor Pacheco é a autora da obra "O Fantasma da Ópera" da exposição "Figuras Clássicas do Terror". A artista não é só ilustradora, ela também trabalha na área da animação, trabalhando de momento no estúdio Take It Easy, um estúdio que realiza animações.
Este foi uma das animações que co-realizou com outros artistas:



Ricardo Reis

Nos últimos dias temos estado a realizar entrevistas a artistas de banda desenhada que participaram na exposição presente no Bloco C "Figuras Clássicas do Terror". Escolhi o artista Ricardo Reis para realizar a entrevista.
Ricardo Reis é um ilustrador freelancer e designer gráfico. Possui uma licenciatura em Design de Comunicação pela faculdade de Belas Artes. Já participou em várias exposições e publicou trabalhos independentes.

"O gosto pela arte sequencial e ilustração vem desde cedo, quando percebe que consegue comunicar melhor através de imagens do que com palavras. Banda-desenhada e música são as maiores inspirações do seu trabalho."


Mais informações podem ser encontradas aqui.


Estas obras pode ser encontrada no seu blog pessoal.

Open Mic+

  Já imaginaste como seria teres um personal IA? Não sei o que disseste mas eu já!
  O Open Mic+ é uma app que se encontra no google Playstore e, pode não ser ainda muito avançado mas, consegue desempenhar muitas funções e dá te a oportunidade de mexer no telemóvel sem lhe mexeres directamente. Responde a comandos de voz e pode responder-te a perguntas diretas. É muito útil para pessoas mais ocupadas, ou para quem conduz, pois nem precisas de desbloquear o telemóvel porque o Open Mic+  mesmo com o ecrã bloqueado ele responde ao seu nome e liga o ecrã por ti (podes mudar o nome).



Catarina França

O artista que escolhi para o meu  trabalho foi Catarina França.
Depois de pesquisar e encontrar o seu blog,  percebi que é uma ilustradora cujos trabalhos são maioritariamente de ilustração cientifica. Muitos dos seus desenhos são inspirados  em elementos naturais como flores, animais, árvores entre outros.


No seu blog ela mostra também outros géneros de trabalho que fez, como por exemplo nas fotos em baixo.





 Informações da artista

Blog: http://historiasalapis.blogspot.pt/

Folioscópio

Um folioscópio é muito engraçado pois é uma coleção de imagens organizadas sequencialmente, em geral no formato de um livreto para ser folheado dando impressão de movimento, criando uma  sequência animada sem a ajuda de uma máquina.
Foi muito popular nos finais do século XIX e início do século XX, sendo ainda fabricados hoje em dia. Conhecido em inglês por flip book e em francês por folioscope.


                                          https://www.youtube.com/watch?v=oHHmIm59U-s


Whatsapp vai ficar completamente gratuito




A novidade foi confirmada por Jan Koum, responsável pela WhatsApp durante uma conferência na Alemanha.

Entretanto foi publicado um comunicado onde o serviço garante que além de suspender o pagamento da subscrição, não irá introduzir nenhum modelo de anúncios ou publicidade na plataforma.

Até agora o WhatsApp era gratuito para todos os utilizadores durante o primeiro ano de uso. A partir do segundo ano, a aplicação tinha um custo anual associado de 89 cêntimos.

“Queremos testar novas ferramentas para tornar o WhatsApp ainda mais fácil de utilizar, oferecendo ao mesmo tempo uma experiência sem publicidade de terceiros, nem spam”, referem os responsáveis da empresa.

Rita Silvestre


No 1º Periodo foi realizada uma exposição de "Figuras Clássicas do Terror".


Uma das obras que mais me chamou a atenção foi a obra da artista Rita Silvestre, The Raven.


Rita Silvestre com a sua obra "The Raven"

Rita licenciou-se em Arte e Multimédia à pouco tempo e já teve de trabalhar em áreas que não coincidem com as Artes. A pouco tempo começou a realizar animações, seguindo assim o seu percurso artístico.

"Frequentou cursos de Animação de Volumes, animação de Luz e After Effects"

Uma das curiosidades desta artista é que os desenhos que realizam mostram um pouco da realidade que não é vista aos olhos de toda a gente. Ou seja, vários dos desenhos que realiza representam a figura humana como ela é na realidade, mostrando que toda a gente tem os seus defeitos.

Mais tarde irei realizar um entrevista com esta artista, podendo assim descobrir um pouco mais sobre ela e sobre as suas obras.

Acompanhamento a entrevista aos Estúdios da Gema Azul

Na passada sexta-feira, 15 de Janeiro, fui pela segunda sexta-feira consecutiva aos estúdios da Gema Azul, mas desta vez para acompanhar uma colega, Beatriz Queiroga, à sua entrevista com a artista Ana Oliveira.
Foi interessante estar agora na cadeira do 'público' e não na cadeira de entrevistador.



segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Novos computadores poderam não suportar os Windows anteriores ao 8

Você estava á espera para obter um novo PC com Windows no escritório deste ano, sem ter que mudar para o Windows 10 no processo? Você pode não ter alternativa, infelizmente.A Microsoft revelou que, a partir de agora, os processadores mais recentes da AMD, Intel e Qualcomm vão exigir a versão atual do Windows para obter o apoio da empresa. Não espere que a Kaby Lake-base workstation corra no Windows 7 correctamente ... ou, mais provavelmente, de todo.

 Você vai ter que ser exigente sobre os processadores existentes também. Microsoft está a elaborar uma lista de processadores baseados em Skylake que vão apoiar com Windows 7 e 8.1, mas este programa só vai durar até 17 de julho de 2017. Depois disso, a empresas terão que atualizar para o Windows 10 para obter qualquer ajuda . Pelo menos alguns dos mais novos PCs empresariais da Dell, HP e Lenovo estão preparados para funcionar, se você se está a perguntar o que é que é seguro comprar. 

A nova política vai ajudar a Microsoft a criar "integração profunda" entre o Windows e o hardware mais recente. Deverá ver-se nesses PCs mais recentes como tirar mais proveito do Windows 10 no futuro. No entanto, ele também ajuda a Microsoft a combater convenientemente um dos seus maiores problemas: conseguir que empresas para atualizem o Windows. Muitos clientes empresariais habituam-se a versões antigas do Windows para o maior tempo possível, até o ponto onde os fabricantes de PC, por vezes, oferecem essas versões em novos sistemas de marca. Isso provavelmente não vai ser uma opção no futuro - seu empregador terá que adotar a versão mais recente do Windows se quiser funcionar correctamente.

Final Cut Pro

Final Cut Pro é um software profissional de edição de vídeo não linear desenvolvido pela Apple para seu sistema operacional Mac OS X. É considerado um dos melhores softwares de edição de vídeo, tendo sido utilizado para filmes até vencedores de Óscares de Melhor Edição como "The Social Network", "The Curious Case of Benjamin Button" e "The Girl with the Dragon Tattoo".

É o software que vamos trabalhar em cooperação com a Gema Azul.


VoxPop

Tendo em conta o Projeto de trabalho 2 (Pt02) que estamos a levar a cabo, e sendo que nesta fase nos estmos a encontrar com os artistas para realizar entrevistas, aqui deixo um conceito interessante e importante, relacionado um pouco com o nosso tipo de entrevistas, já que os proprios artistas dão a sua opinião pessoal sobre diversos aspetos.
Vox Pop, do latim Vox Populi, significa literalmente voz do povo.
Hoje em dia este termo é utilizado para denominar transmissões de carácter jornalístico/informativo, sobre os mais variados temas, baseado na entrevista de pessoas "do povo". Os intervenientes devem abranger ambos os sexos e todas as faixas etárias, salvo casos extraordinários.
Deverá ser apresentado em formato audio (sem acompanhamento de video ou imagem estática).




Fólioscopo

O Fólioscopo, atualmente mais conhecido por Flipbook, consiste num pequeno livro com uma pequena animação, obejto que ainda hoje fascina tanto crianças como adultos.
Cada uma das páginas tem uma imagem que em conjunto criam uma animação, quando são desfolhadas a uma velocidade adequada, com o polegar e com a ajuda da mão oposta.
O numero de páginas varia consoante o tamanho da animação que se pretende construir.
O mesmo sistema do Flipbook pode também ser aplicado apenas em duas imagens. Assim, precisamos apenas de duas folhas, cada uma delas com uma imagem. É então criada uma animação cíclica, bastante simples, alternando-se sucessivamente ora uma imagem ora outra. Embora seja repetitiva, este tipo de animação pode ser bastante divertida.





1- flipbook


2- fólioscopo de duas folhas


GoPro: Câmara 360º

A GoPro parece estar pronta para lançar as suas primeiras câmaras 360 graus para os consumidores finais. Durante a CES 2016, realizada nesta semana em Las Vegas, o CEO da empresa, Nick Woodman disse que a empresa planeia lançar uma câmara esférica “mais casual” em breve.
No ano passado, a GoPro anunciou duas câmaras esféricas com capacidade para fazer vídeos em 360 graus e 3D para realidade virtual. Mas esses aparelhos são voltados para uso profissional e tem um preço bastante alto - a Odissey, por exemplo, encontra-se a venda por 15 mil dólares.
Por isso, faz muito sentido lançar uma câmara do tipo para o público geral.



Dispositivo criado em parceria entre Google e GoPro usa 16 câmeras da marca (Foto: Divulgação/GoPro)





Projeto Tango promete revolucionar smartphones e tablets

O Projeto Tango é uma plataforma do Google que tem como objetivo dar a smartphones e tablets uma noção de espaço. Atualmente, o seu telefone não consegue fazer isso. Ainda.






Uma tecnologia fundamental está pronta para mudar o que pessoas fazem todos os dias e como elas fazem, mas o público geral ainda se encontra alheio ao que está a chegar, uma condição que está prestes a mudar.
A CES, feira internacional de tecnologia que se realizará nesta semana em Las Vegas, trará mais consciência sobre o Projeto Tango.







Saber Mais

Entrevista com Pepe Del Rey


 A entrevista com o Pepe foi demorada mas super interessante. Um artista com muito para dizer e ensinar sobre a vida e bastante falador e crítico com prismas e perspectivas bem e vigorosamente defendidas pelo mesmo. Um artista na ilustração e na fala.





domingo, 17 de janeiro de 2016

Ferramenta que descobre problemas em sites

Quais os problemas mais afetam o desempenho de um site? Eis a questão a que dois investigadores da Universidade de Coimbra pretendem responder através de uma nova ferramenta que está atualmente em desenvolvimento.




Filipe Araújo e Ricardo Filipe, investigadores do Departamento de Engenharia Informática da Universidade de Coimbra estão a desenvolver uma ferramenta que promete identificar automaticamente os problemas que afetam o desempenho de um site.
A futura ferramenta deverá implicar o uso de extensões de código que poderão ser integradas nas próprias páginas analisadas. Além das extensões de código que permitem fazer o diagnóstico das condições de funcionamento de um site, os investigadores da Universidade de Coimbra deverão ainda criar algoritmos capazes de apurar, automaticamente, quais as causas de perdas de desempenho de um site.





Saber Mais