sábado, 14 de maio de 2011

Mais de 286 milhões de novas ameaças 'online' em 2010


Em 2010, registou-se um crescimento massivo de novas ameaças online, num total superior a 286 milhões, e um aumento «impressionante na frequência e sofisticação de ataques dirigidos a empresas», revela o ultimo relatório da Symantec, empresa global de soluções de segurança.
Para o futuro, o incremento de ameaças online e crimes informáticos deve manter-se. Quem garante ao Destak é o responsável pela área da Segurança da Symantec Portugal, que lamenta «que as leis e acordos internacionais entre os diferentes países e entidades governamentais e privadas, assim como a especialização de recursos, não têm acompanhado a velocidade logarítmica de evolução tecnológica da sociedade digital global em que vivemos».
Além disso, «o número de crimes tem tendência a crescer, principalmente tendo em conta a conjuntura económica em que vivemos e o acesso 'fácil' à informação e tecnologia que auxiliam a execução destes crimes». No entanto, Timóteo Menezes acredita qie «num futuro não muito longínquo, e de forma crescente (mas não proporcional), se conseguirão cada vez mais apanhar 'culpados'».


Dispositivos móveis afectados
No que respeita aos alvos preferenciais dos 'piratas' informáticos, o responsável destaca «os sectores financeiros, educação, governo e indústria médica, redes sociais e comércio«. Contudo, salienta que «os hackers exploram cada vez mais novos territórios, como o da mobilidade, o que explica o aumento de 42% do malware para dispositivos móveis».
Em relação ao spam, a 16ª edição do Relatório de Ameaça à Segurança na Internet da Symantec verificou que «74% do spam estava em 2010 relacionado coma indústria farmacêutica». e 56% de ataques de phishing tiveram como alvo a banca. No que respeita às principais ameaças, destaque para «o roubo de informação pessoal, financeira e de propriedade intelectual».


Apostar na protecção
O especalista aconselha os cibernautas a adoptar uma postura o mais defensiva possível, «quer em termos de 'atitude' de computador no acesso e utilização de informação, quer recorrendo à instalação de aplicações de segurança».





Notícia de Patrícia Susano Ferreira
in Destak

Google Music Beta

A Google lançou um serviço chamado Music Beta que permite guardar música nos servidores da empresa e ouvi-la num tablet ou smartphone com o sistema operativo Android, bem como num computador, através do browser.

Está ainda em fase de testes e disponível apenas para utilizadores nos EUA. A empresa disse que o serviço será lançado por fases fora dos Estados Unidos.

Este serviço oferece uma aplicação, para computadores com Windows e OSX, que permite copiar os ficheiros que o utilizador já tenha para o servidor. A gestão das músicas, incluindo a criação e modificação de listas de canções, pode depois ser feita no browser.

As canções ouvidas mais recentemente são armazenadas temporariamente no dispositivo em que tenham sido tocadas, de forma a que estejam disponíveis quando o utilizador não se encontra ligado à Internet.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Google em casa

O Google@Home é uma plataforma que vai controlar a comunicação entre, por exemplo, a televisão de casa e o telemóvel vai ter capacidade para transmitir vídeo e vai utilizar um novo protocolo de rede sem fios criado pela Google. O próximo passo será convencer os fabricantes de equipamentos a adoptar esta plataforma.

A nova rede vai ter um raio de acção limitado e vai funcionar com uma frequência de baixo consumo energético equivalente ao gasto der uma comum lâmpada de 12 watts.

A empresa não avançou datas para a disponibilização da plataforma Google@home no mercado.

quinta-feira, 12 de maio de 2011

Microsoft anuncia compra do Skype



Negócio de mais de oito bilhões de dólares deve mexer com mercado de videoconferência.






Acaba de ser confirmado, a Microsoft anunciou a compra do Skype. O negócio será o maior já realizado pela Microsoft, com um valor estimado em 8,5 bilhões de dólares. O anúncio foi feito nesta manhã e se antecipa aos boatos da compra da empresa de telefonia - sediada em Luxemburgo - pelo Google ou pelo Facebook. Espera-se que as empresas deem mais detalhes do negócio e os motivos por trás da compra, que tem um forte potencial de integração com o Windows Phone.Outras possibilidades estão a integração do programa com os recursos de movimento do Kinect (que inclui câmeras e microfones) ou ainda na oferta de serviços de voz por IP (VoIP) para empresas.O Skype foi fundado em 2003 por dois dos criadores do Kazaa, e depois de ganhar os utilizadores avançados, pouco a pouco ganhou espaço entre o público em geral, atualmente em uso em smartphones, consolas de games e até mesmo em aparelhos de televisão.Apesar do sucesso, a empresa não apresentou grandes lucros, mesmo depois de ser comprada pelo eBay - em um experimento polêmico - em 2005, para ser vendida em 2009 para um grupo de investidores.Resta saber o destino do programa em plataformas rivais às da Microsoft, como o PSP e telemóveis com sistema do Google e Apple.




in Revista BiT

iPhone acessível a todos

A Apple prepara um iPhone "low cost" para os países emergentes. Este iPhone “low cost” terá um custo a partir de 202 euros.

Segundo analistas de mercado da Oppenheimer este “mini iPhone” faz sentido porque irá permitir à Apple chegar a quotas de 20 a 30% do mercado global de telemóveis, competido com a Nokia e RIM.

A Apple ainda não definiu com rigor quando será lançado.

A Oppenheimer prevê que a Apple venda 73 milhões de iPhones até final de Setembro.

Estrelas para todos

Robert De Niro (presidente), Uma Thurman, Jude Law são os nomes mais mediáticos do júri do Festival de Cannes, que começou ontem na cidade francesa. Woody Allen abriu o festival com o seu Midnight in Paris. Ao lado de Allen estiveram Owen Wilson, Adrien Brody e Michael Sheen. Quem também já está por Cannes é Bernardo Bertolucci, que vai receber o prémio carreira. Antonio Banderas e Selma Hayek estiveram a promover o seu Gato das Botas.

IndieLisboa termina domingo com Scorsese


O IndieLisboa já mostrou muito nestes últimos dias, mas até domingo há mais para ver. Já passaram os portugueses João Nuno Pinto, e o seu arrojado América, João Canijo, com o seu Trabalho de Actriz, Trabalho de Actor; Sérgio Tréfaut com Viagem a Portugal e Edgar Pêra e O Barão (um filme com um final após os créditos épicos). Para os próximos dias aconselhamos hoje Cleveland Contre Wall Street, amanhã Quem vai à Guerra, documentário de Marta Pessoa, e domingo repete A Letter to Elia, homenagem de Matin Scorsese e Elia Kazan.

Cannes sem Carla Bruni mas com Woody Allen

O tapete vermelho está estendido, o tempo está ameno e as estrelas e os filmes chegam dentro de momentos. O 64º Festival de Cannes começou ontem com 20 filmes em competição pela desejada Palma de Ouro. Entre os candidatos estão Pedro Almodóver, Lars von Trier, Nani Moretti e Terrence Malick. Mas a noite inaugural cabe ao humor peculiar de Woody Allen, que apresenta o seu novo filme Midnight in Paris - uma espécie de declaração de amor à cidade-luz francesa.
Quem não pode estar presente é a primeira-dama francesa, Carla Bruni, que participa no filme que é protagonizado por Owen Wilson e Rachel McAdams.

quarta-feira, 11 de maio de 2011

E o Webby vai para…

A empresa portuguesa Excentric, é uma das cinco candidatas ao Webby para a categoria de vídeo viral, com a “História de Natal Digital”, uma paródia sobre o nascimento de Cristo.

A “História de Natal Digital” concorre com outros quatro vídeos na categoria de vídeo viral nos prestigiados prémios Webby, que anualmente distinguem trabalhos digitais, que vão de aplicações móveis a campanhas publicitárias.

O vídeo conta a história do nascimento de Cristo, em que José, Maria e os reis magos usam uma série de serviços e produtos tecnológicos bem conhecidos, do e-mail ao Facebook, passando pelos Mapas Google, a Amazon, o iPhone, o Twitter e a Wikipedia.

O vídeo foi lançado no Natal de 2010 e tornou-se um grande sucesso na internet, existindo também uma versão inglesa disponível.


video

segunda-feira, 9 de maio de 2011

A Apple superou o Google como marca mais valiosa do mundo















Ao fim de quatro anos de liderança o Google é ultrapassado pela marca de Steve Jobes. Segundo a agência mundial de marcas ´Millward Brown´.







A marca fabricante do iPad e iPhone está avaliada avaliada em 153 bilhões de, quase metade do valor de mercado da Apple, de acordo com o estudo anual BrandZ, referente as 100 marcas mais conhecidas do mundo. A linha de bens de consumo criados pela Apple levou a companhia a superar a Microsoft tornando-se a empresa de tecnologia mais valiosa do mercado, em 2010. Das 109 maiores marcas do relatório apresentado nesta segunda-feira, seis estão no setor de tecnologia e telecomunicações. O Google aparece em segundo lugar, IBM em terceiro, Microsoft em quinto, AT&T em sétimo e China Mobile em nono.




in Revista BiT

iPhone 4 em branco já disponível na Vodafone Portugal









A Vodafone já começou a vender o iPhone 4 na cor branca em Portugal. A versão em branco do mais recente smartphone da Apple mantém as mesmas características e preço do iPhone 4 em preto.









in Revista BiT

domingo, 8 de maio de 2011

Alugue filmes no YouTube!


O famoso site de vídeos, YouTube, vai lançar um novo serviço de aluguer de filmes.

Para tal concretizou uma parceria com alguns dos mais rentáveis estúdios de Hollywood. Entre eles estão grandes nomes do meio cinematográfico como a "Sony Pictures Entertainment", a "Warner Brothers" ou a "Universal Studios", mas também vários estúdios independentes como o "Lionsgate" e o "Kino Lorber".

Outros grandes estúdios de Hollywood como a "Paramount", a "Fox" e a "Disney" não farão parte desta iniciativa.

Assim, a partir de Maio, temos mais uma forma de ver cinema sem sair de casa.

Blaving - A rede social de voz


Blaving, a rede social de voz, chega a Portugal.


Para quê escrever quando pode falar? É esta a ideia base.

Mais rápido e divertido que escrever um post é ter a oportunidade de o dizer directamente, partilhá-lo com os amigos, tornando-se numa espécie de Twitter de áudio.

Permite gravar mensagens de áudio com um máximo de dois minutos através da internet ou do telemóvel e partilhar automaticamente noutras redes sociais como o Twitter, o Facebook e o Orkut.

Tal como noutra rede social qualquer, o Blaving permite adicionar amigos e ser seguido por outros. Depois de se fazer o registo, basta clicar em "Gravar Blav" para fazer um post de áudio.

O Blaving pode ser encontrado em http://en.blaving.com/