sexta-feira, 5 de março de 2010

E se, em vez de bateria, o seu telemóvel fosse a pilhas?

Uma empresa indiana de telecomunicações lançou um novo telemóvel de baixo custo e que funciona com pilhas de tamanho comum - AAA, destinado a populações que vivem em regiões onde não abunda o fornecimento de energia, adianta a AFP.
«Temos electricidade em todo o país, mas de uma forma irregular», declarou o gerente de marketing, Ravi Perti, acrescentando que como este telemóvel basta um pacote extra de pilhas.
«Destina-se a qualquer pessoa que necessite um reforço de bateria», sustentou, afirmando que, apesar de o telemóvel estar vocacionado para zonas rurais, os cortes de energia também ocorrem em cidades como Nova Deli ou Bombaim.
A utilização de telemóveis nos meios rurais da Índia está a aumentar, por causa dos preços mais baixos do mundo em chamadas.

Twitter atinge os 10 mil milhões de mensagens


O Twitter atingiu, na noite desta quinta-feira, os 10 mil milhões de mensagens - conhecidas como «tweets». Em Novembro de 2008, o site ultrapassou os mil milhões de «posts» online, tendo em pouco mais de um ano multiplicado este valor por dez.
A mensagem número 10.000.000.000 colocada na rede social foi inserida por um utilizador com conta bloqueada, não se conhecendo a identidade do responsável pela publicação.
A notícia de que o site havia atingido os 10 mil milhões de tweets foi divulgada pelo Gigatweet , o relógio em tempo real que conta os «tweets» de todo o mundo.
600 mensagens por segundo, 50 milhões por dia
No último mês este contador de «posts», contabilizou mais de 600 mensagens por segundo, o que totaliza 50 milhões de «tweets» num único dia, sendo que mais de metade dos conteúdos inseridos na rede social são escritos em inglês, revela um levantamento feito recentemente pela empresa de consultoria francesa Semiocast .
O português também tem um lugar de destaque no Twitter, sendo o terceiro idioma mais utilizado no popular microblog, com 9 por cento de tweets na língua nacional.

quinta-feira, 4 de março de 2010

Já se pode estudar pelo telemóvel...


«Ouça quando não puder ler, leia quando não puder ouvir». É com esta proposta que a Porto Editora disponibiliza análises e resumos de obras literárias portuguesas nos telemóveis dos estudantes.
O objectivo da editora é proporcionar o acesso aos seus conteúdos nos mais diversos suportes, pensando no conforto e nos estilos de vida das pessoas.
Para tal, a empresa lança a colecção Resumos Mobile, dedicada ao estudo de obras de referência da literatura portuguesa, como «Felizmente Há Luar!» e «Memorial do Convento» (já disponíveis), «Frei Luís de Sousa», «Os Maias», «Os Lusíadas» e «Mensagem» (disponíveis em breve).
Cada resumo disponibiliza a versão em texto e a respectiva locução, correspondendo a mais de duas horas de áudio por resumo.
A Porto Editora é a primeira editora com conteúdos digitais em língua portuguesa desenvolvidos para iPhone e telemóveis com sistema operativo Symbian S60 (por exemplo, Nokia N73, N78 e N95) e compatíveis com iPod touch e iPad.
As obras de análise sobre livros de grandes autores portugueses podem ser adquiridos na Apple Store, no site da Porto Editora ou na versão mobile do site.
Porto Editora lança versão mobile do site
Uma loja virtual, um espaço exclusivo para professores, o acesso a uma enciclopédia, a 13 dicionários e ao Vocabulário Ortográfico de Língua Portuguesa e a uma área para aquisição das aplicações mobile desenvolvidas pela Porto Editora estão agora disponíveis no telemóvel.
O endereço é http://m.portoeditora.pt/MobilePortal/HomeBasic.action

Já se empresta dinheiro no Facebook

Os amigos no Facebook já podem «trocar» dinheiro uns com os outros, fazendo pequenos pagamentos através de uma nova aplicação chamada Buxter. Por enquanto, a única limitação é que os pagamentos ainda só se fazem em euros ou dólares dos Estados Unidos, de forma gratuita.
As outras moedas estão sujeitas a uma taxa de conversão de cinco por cento. Mas, de acordo com a BBC, há planos para incluir as libras esterlinas dentro de quatro semanas.
A aplicação serve para pagamentos relativamente pequenos (um máximo de 50 euros), como bilhetes de cinema ou contas do restaurante. A empresa por detrás do sistema, a ClickandBuy, diz que a intenção não é pagar aqui contas como a renda da casa. A intenção, dizem, não é fazer concorrência ao sistema bancário dos diferentes países. As operações só podem ser feitas entre as pessoas que são amigos no Facebook e com conta no Buxter.

A história de uma cidade chamada Google... temporariamente

A cidade de Topeka, no estado americano do Kansas, vai mudar, temporariamente, de nome. A pequena zona urbana vai passar a chamar-se «Google, Kansas - a capital da fibra óptica». Uma denominação que durará apenas um mês, noticia o jornal local Topeka Capital Journey, citado pela BBC.
De acordo com o presidente da câmara municipal de Topeka, Bill Bunten, a medida visa persuadir a Google a testar uma conexão ultra-rápida na cidade.
Uma mudança tomada «por diversão», que é contestada pelos especialistas, que afirmam que, em termos judiciais, Topeka não poderia mudar de nome apenas por um mês, mas antes pedir para ser chamada de Google Kansas.
Para já, a empresa de serviços de Internet, que agora virou nome de cidade, ainda não se pronunciou sobre o assunto.

quarta-feira, 3 de março de 2010

Sismo no Chile alterou o eixo de rotação da Terra e encurtou a duração dos dias

O sismo no Chile alterou o eixo de rotação da Terra e encurtou a duração dos dias na Terra. Calculos efectuados pela NASA mostram que houve uma alteração de 8 centímetros no eixo do planeta. O dia ficou mais curto 1,26 micro segundos. Esta não é a primeira vez que se detectam mudanças provocadas por um terramoto. Em 2004, o sismo da Indonésia mudou em 7 centímetros o eixo da Terra.