quarta-feira, 26 de abril de 2017

Elementos essenciais numa narrativa


O texto narrativo tem três partes: introdução, desenvolvimento e conclusão:

– Introdução: Apresenta as personagens, localizando-as no tempo e no espaço.

– Desenvolvimento: Através das ações das personagens, constrói-se a trama e o suspense que culmina no clímax.

– Conclusão: Existem várias maneiras de se concluir uma narração. Esclarecer a trama é apenas uma delas.

O que se pede:

Imaginação para compor urna história cativante que entretenha o leitor, provocando expectativa. Pode ser romântica, dramática ou humorística.

Elementos básicos da narrativa:
Depois de escolher o tipo de narrador que vai utilizar, é necessário ainda conhecer os elementos básicos de qualquer narração.

Todo o texto narrativo conta um fato que se passa em determinado tempo e lugar. A narração só existe na medida em que há acção; esta ação é praticada pelos personagens.

Um fato, em geral, acontece por uma determinada causa e desenrola-se envolvendo certas circunstâncias que o caracterizam. É necessário, portanto, mencionar o modo como tudo aconteceu detalhadamente, isto é, de que maneira o facto ocorreu. Um acontecimento pode provocar consequencias, as quais devem ser observadas.

• Fato – o que se vai narrar (O quê?)
• Tempo – quando o fato ocorreu (Quando?)
• Lugar – onde o fato se deu (Onde?)
• Personagens – quem participou ou observou o ocorrido (Com quem?)
• Causa – motivo que determinou a ocorrência (Por quê?)
• Modo – como se deu o fato (Como?)
• Conseqüências – Geralmente provoca determinado desfecho.

Após definir os elementos da narrativa, basta organizá-los para elaborar uma narração.

Stop Motion Pixilação

No 3º período foi nos proposto realizar uma animação de stopmotion utilizando a técnica da pixilação e como tal realizei algumas pesquisas para me informar e inspirar sobre este tema.

Deixo aqui algumas ideias de pixilações que encontrei no youtube:






Texto da minha autoria e vídeos retirados do youtube.

At The Drive In lança clipe em stop motion para a inédita "Hostage Stamps" - veja



O At The Drive In divulgou na segunda feira, dia 3 de Janeiro de 2017, o clipe para a inédita "Hostage Stamps"

A música compõe o próximo disco de inéditas do grupo, in • ter a • li • a, que marca o retorno da banda aos estúdios, 17 anos depois do último álbum, Relationship of Command. O novo disco deve chegar às lojas e serviços de streaming no dia 5 de maio e conta com 11 faixas inéditas





Consultado a 26 de Abril de 2017

Depois dele a fotografia de moda nunca mais foi a mesma


Irving Penn numa retrospectiva no Museu Metropolitan de Nova Iorque. Abre a 24 de Abril.




Quando para apresentar uma exposição se começa pela frase “a maior retrospectiva até hoje do grande fotógrafo americano Irving Penn (1917-2009)” é seguro dizer que a ambição é grande – em primeiro lugar porque é colossal e diverso o seu corpo de trabalho, em segundo porque são muitas as retrospectivas de Penn, profissional com 70 anos de carreira. A “ambição”, já se sabe, não é coisa que assuste o Metropolitan Museum (Met), em Nova Iorque, a instituição que se prepara para a inaugurar, na próxima segunda-feira, muito pelo contrário.


Irving Penn: Centennial (até 30 de Julho) é uma dupla celebração – a do centenário do nascimento deste fotógrafo que se notabilizou, sobretudo, pela fotografia de estúdio (e de moda em particular), marcada por uma atenção desmesurada à composição, absolutamente minimalista e meticulosa em cada pormenor; e a da doação de 150 fotografias da sua autoria, representativas das mais variadas fases e géneros da sua carreira, um presente da Fundação Irving Penn para o Met, anunciado em 2015.





O Met terá nesta doação de 150 fotografias o eixo central da exposição que incluirá outras obras que já pertenciam à sua colecção e vários empréstimos. Ao todo serão 200 imagens, dos retratos que Penn tirou a grandes celebridades do mundo cultural – o escritor americano Truman Capote, o pintor espanhol Pablo Picasso, o realizador sueco Ingmar Bergman, a escritora francesa Colette e a actriz alemã Marlene Dietrich, entre muitos outros – às séries icónicas que fez para grandes revistas de moda, muitas delas protagonizadas pela sua mulher, a bailarina e modelo Lisa Fonssagrives-Penn, que permaneceu um dos seus “temas” favoritos, desde que se cruzaram pela primeira vez nos anos 1940 até à sua morte, em 1992, passando pelas naturezas-mortas, ao mesmo tempo curiosas e intrigantes, e pelos nus femininos.


Site Consultado (25/4/2017): https://www.publico.pt/2017/04/23/culturaipsilon/noticia/depois-dele-a-fotografia-de-moda-nunca-mais-foi-a-mesma-1769184

terça-feira, 25 de abril de 2017

Muita música por todo o país nas comemorações do 25 de Abril

A história do 25 de Abril de 1974 ficará, para sempre, ligada à música. Se o tema ‘E Depois do Adeus’, cantado por Paulo de Carvalho, serviu de primeira senha para o avanço das tropas revolucionárias, ‘Grândola, Vila Morena’, de Zeca Afonso, foi a segunda.

 É por isso que, de norte a sul do País, muitos são os concertos agendados para o dia de hoje. Entre os muitos espetáculos que celebram a Liberdade, destaque para o que Tiago Torres da Silva preparou para este serão, no Teatro da Trindade, em Lisboa. Trata-se de ‘Ary Abril’, um projeto que junta a poesia à música de Ary dos Santos e que, segundo o seu criador, "vai mostrar que Ary ultrapassa todas as gerações e todos os géneros musicais" e que "faz sentido ontem, hoje e amanhã". Em palco, o público encontrará os atores Natália Luiza e Pedro Lamares, e cantoras como Celeste Rodrigues, Susana Félix, Mafalda Arnauth e outras. Se, a norte, Janita Salomé canta ‘O Cravo e a Rosa’ no Teatro Diogo Bernardes, em Ponte de Lima, a sul, em Vila Real de Santo António, Faro, o público é convidado para ver ‘Abril em Concerto’, com Carla Sabino e André Ramos. Ao lado, alguns dos concertos agendados.






Consultado a 25 de Abril de 2017


Isle of Dogs: Novo stop-motion de Wes Anderson ganha data de estreia

Wes Anderson está de volta à cadeira de diretor com seu novo projeto Isle of Dogs. O filme levará o diretor de volta ao mundo do stop-motion no qual estava longe desde 2009 (quando dirigiu O Fantástico Sr. Raposo) e já tem data para estrear.


Inspirado no lendário diretor Akira Kurosawa, o filme ganhou um cartaz em japonês e foi marcado para ir aos cinemas dos Estados Unidos no dia 20 de abril de 2018. Além da fonte de inspiração, o filme também se passará no Japão e contará a história de um jovem na busca pelo seu cão desaparecido.

Novo cartaz:


Consultado a 25 de Abril de 2017

Quando um astronauta se lembra do 25 de Abril

Thomas Pesquet viaja a bordo da Estação Espacial Internacional a 28 mil quilómetros por hora, mas nem por isso se esqueceu de celebrar "a mensagem democrática" dada pela Revolução dos Cravos.




A fotografia foi tirada no dia 9 de Janeiro de 2017, mostra Portugal continental de Norte a Sul, mas o astronauta francês Thomas Pesquet fez questão de partilhá-la hoje, no dia 25 de Abril, “para celebrar a Revolução dos Cravos".


“Bem, não é todos os dias que se pode ver um país inteiro numa única fotografia, especialmente um país que tem tanto para oferecer como Portugal!”, escreveu Pesquet numa mensagem em inglês na rede social de fotografia Flickr. A seguir, em francês, o engenheiro da Agência Espacial Europeia (ESA), actualmente a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em ingês), explica que habitualmente costuma captar fotografias mais aproximadas de Portugal (“que tem uma bela diversidade de paisagens”). Mas “para celebrar a Revolução dos Cravos e a sua mensagem democrática, o que podia ser melhor senão uma vista geral?”



Site Consultado (25/4/2017): https://www.publico.pt/2017/04/25/ciencia/noticia/quando-um-astronauta-se-lembra-do-25-de-abril-1769964

25 de Abril

No dia de hoje celebra-se o fim do regime ditatorial e por isso partilho uma animação em stopmotion que encontrei.

Nessa animação deparamo-nos com o conhecido jogo do Super Mário, mas com o avançar do nível aparecem um conjunto de acontecimentos dispostos cronologicamente e o primeiro é precisamente o do 25 de Abril de 1974.




O Filme que foi feito em stop motion

Anomalisa! é o filme que foi inteiramente realizado em stop motion.
Este filme conta a história de Michael Stone, um orador motivacional que acaba de chegar à cidade de Connecticut. Ele vai direto do aeroporto para o hotel, onde entra em contacto com um antigo caso. Nesta história Michael acaba por conhecer Lisa, por quem se apaixona.

Deixo aqui o trailer deste filme:




Consultei o seguinte site no dia 25 de abril de 2017.



domingo, 23 de abril de 2017

Timeline

Para a criação da timeline solicitada no primeiro exercício de resposta pensada sobre os brinquedos óticos utilizei um site chamado knight lab.

A criação de uma timeline com a ajuda deste site é muito simples.

Primeiramente carrega-se em "Make a Timeline" e somos dirigidos para uma lista de passos a seguir.

De seguida é-nos fornecido um documento do google da qual devemos criar uma cópia e ajustar os dados às nossas preferências.

No fim das edições copiamos o link de partilha na web para um espaço no site e temos a timeline feita pronta a ser partilhada ou publicada onde quisermos.

Deixo aqui o link da timeline que fiz com a ajuda deste site.